Após cobrança da Prefeitura, diretoria estadual da Copasa vistoria obras inacabadas nas ruas da cidade

Depois de reunião com representantes da Companhia, prefeito Daniel Sucupira e equipe de governo acompanharam a checagem, em campo, nos locais mais críticos

 

O prefeito de Teófilo Otoni, Daniel Sucupira, se reuniu com o vice -presidente da Copasa e diretoria da empresa, na última terça-feira, 20/02, para discutirem situações das vias públicas que tiveram intervenções da Companhia e não foram concluídas. Por meio de contrato com a Prefeitura, a Copasa presta serviços no que tange à obras na rede de água nas ruas da cidade, cabendo ao Governo Municipal a fiscalização dos serviços.

O prefeito e equipe acompanharam os diretores da Copasa na vistoria aos pontos críticos

Em decorrência das intervenções que a Companhia têm feito em vários pontos da cidade, algumas ações de responsabilidade da empresa que não estavam sendo cumpridas regularmente, como a recomposição do calçamento após a conclusão das obras, foram abordadas no encontro. A pedido do prefeito, todos saíram após a reunião para verificarem de perto os pontos mais críticos que têm gerado transtornos para a população e o trânsito local.

De acordo com o prefeito Sucupira, o recém-empossado diretor de Obras e Fiscalização da Prefeitura, Rivelino Bispo, vai ficar por conta de acompanhar a atuação da Copasa no município. “Nosso intuito é ter um maior controle e um cumprimento melhor do que for contratado com a Companhia. Fomos até a Rua 70, no Teófilo Rocha, e em uma intervenção feita lá, percebemos que a rede foi aberta, depois reconectada, mas o pavimento não foi recomposto. Então, o que queremos é evitar a demora de até 40 dias na conclusão do serviço”, pontuou o prefeito.

Segundo o vice-presidente da Copasa, Antônio César, a empresa vai fazer um planejamento com vistas à solução dos problemas detectados

Segundo o vice-presidente da Copasa, Antônio César Pires, a empresa vai fazer um planejamento com vistas à solução dos problemas detectados. “Feito isso, a gente vem apresentar para a população e para a equipe de governo as soluções que serão dadas. Com relação à qualidade da água, estamos muito atentos também. Vamos começar o planejamento da substituição das redes antigas e a melhoria das operações das estações de tratamento”, destacou Pires.

Em menos de 24 horas, a obra na Tv. Santos Dias foi finalizada

Mas, de imediato, a diretoria da Companhia de Saneamento de Minas Gerais determinou a resolução dos problemas identificados na Tv. Santos Dias, na Vila Esperança, na Rua Altamiro Nunes Leite, na Vila Barreiros e Rua 70, no Teófilo Rocha.

Publicado em 27/02/2018, em Sem categoria.