GERAL >

Divisão de Trânsito explica instalação e mudança de radares em regiões da cidade

Medidas vêm para combater grande número de acidentes e infrações de trânsito em locais de intenso tráfego de veículos e pedestres

 

De acordo com Rivelino, há três faixas de pedestre entre a Padaria e a Prefeitura que dificilmente são respeitadas pelos condutores de veículos

De acordo com Rivelino, há três faixas de pedestre entre a Padaria e a Prefeitura que dificilmente são respeitadas pelos condutores de veículos

A Prefeitura de Teófilo Otoni, por meio da Divisão de Trânsito e Transportes (DTT), está removendo o radar localizado à Rua Dr. Júlio Rodrigues, no Marajoara, próximo ao INSS, para reinstalá-lo no início da subida do bairro Filadélfia, perto do Juizado de Pequenas Causas. De acordo com o diretor da DTT, Rivelino Bispo, a medida atende a pedidos de moradores e frequentadores daquela região, que solicitaram à administração pública a instalação de um redutor de velocidade no local. “Há um índice muito alto de acidentes naquele trecho, com condutores que transitam nos dois sentidos em alta velocidade”, explicou Rivelino.

Já na Avenida Luís Boali, a Divisão de Trânsito está em processo de instalação de radares novos próximos à Padaria Delícias de Pão, como saída às constantes infrações de condutores por esta via que é uma das mais movimentadas da cidade. De acordo com Rivelino, há três faixas de pedestre entre a Padaria e a Prefeitura que dificilmente são respeitadas pelos condutores de veículos. “Em decorrência disso, recebemos um documento com assinaturas de mais de 300 pessoas pedindo a instalação de um quebra-molas ali, só que como a Luiz Boali é uma via coletora, achamos que o radar vai ser mais eficiente”, explanou o diretor.

Ele disse que tem quatro meses que o setor está fazendo análises e levantamentos para instalação dos radares na região, e que neste meado de novembro está na fase de implantação da parte operacional. “Esses radares só vão entrar em funcionamento após o aval do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Portanto, a população pode ficar tranquila que na hora certa vamos comunicar a todos quanto a data a partir da qual os radares vão estar funcionando, lembrando que estes equipamentos só vão ter função para aqueles condutores infratores, que ainda insistem em infringir a lei. Dentro do município, mesmo se não houver uma sinalização por placa, a velocidade máxima para algumas vias é de 40 km e outras é de 30 km, mas o que a gente vê constantemente são veículos a 60, 70 km/h, motos numa velocidade maior. Então, deixo aqui meu apelo à população para respeitar a sinalização para que todos sejam felizes no trânsito, sem nenhum tipo de sinistro”, finalizou Rivelino.

Publicado em 20/11/2017, em GERAL.