Educação como instrumento de prevenção da Dengue: Projeto Escola Participativa é finalizado em escola do município

Alunos, familiares e servidores do CEMEI Dr. Lourenço Porto se envolveram na ação

Confraternização de encerramento do Projeto foi marcada por caracterização dos alunos e distribuição de brindes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Após 30 dias de envolvimento no Projeto Escola Participativa, alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) Dr. Lourenço Porto participaram do encerramento da iniciativa promovida pela Prefeitura. A confraternização aconteceu na quadra do CEMEI, no dia 26/10, com engajamento de toda a comunidade escolar.

No último dia do Projeto na escola, alunos fizeram diversas apresentações artísticas


Os alunos fizeram apresentações de paródias, coreografias e teatros relacionados à temática do combate à Dengue, trabalhada durante o período que o projeto foi desenvolvido na instituição. Por sua vez, as equipes realizadoras do Escola Participativa, que conta com a parceria da Unimed, sortearam brindes para a criançada.

 

Durante 30 dias, a comunidade escolar do CEMEI Dr. Lourenço Porto desenvolveu atividades relacionadas ao Escola Participativa

Projeto conta com a atuação da equipe da Educação em Saúde, da Prefeitura

 

Há 10 anos o Projeto Escola Participativa é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde nas escolas públicas do município, como uma estratégia de prevenção e combate a doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. O projeto é mais uma ação em rede das políticas públicas na área da saúde e educação. Segundo o coordenador da Educação em Saúde, Heron Santos, o trabalho é desenvolvido em quatro etapas, a começar pela visita à escola, explicação do projeto, recolhimento e entrega pela comunidade escolar de materiais descartados e, por último, a confraternização de encerramento.

 

Para a diretora da escola, a iniciativa é uma excelente ferramenta no combate à Dengue

 

Para a diretora do CEMEI, Taiane Keller, a iniciativa foi uma excelente fonte de conhecimento que a escola se orgulhou de ter participado. “O interessante é que devido a pouca idade dos nossos alunos (quatro anos), os pais tiveram 100% de envolvimento. De fato, foi um projeto bastante participativo. Além de trazer todos à conscientização acerca do combate à Dengue, ganhamos com ruas e casas com quintais mais limpos”, relatou a diretora.

 

Em 2018, o Projeto Escola Participativa completa 10 anos

Publicado em 30/10/2018, em Sem categoria.