Em visita guiada a bens culturais tombados, estudantes conhecem história da cidade

Os alunos do 5º Ano da Escola Municipal Irmã Maria Amália (EMIMA) tiveram uma aula diferente na manhã de quarta-feira, 15/05. Com os conhecimentos em história local da integrante do Instituto Histórico e Geográfico do Mucuri, Fany Moreira, a turma teve uma aula de Educação Patrimonial. O encontro começou na Praça Germânica, passou pela Praça Tiradentes e também pela Câmara Municipal.

A iniciativa, nomeada de trilha urbana, faz parte de uma das etapas do Trabalho de Conclusão de Curso do graduando em Pedagogia, Vinícius Vieira. Em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Patrimônio Histórico, a partir dos estudos realizados pelo trabalho de campo com os estudantes da Educação Básica, Vinícius pretende elaborar um projeto sugerindo às escolas trabalharem a Educação Patrimonial. “Minha ideia é ajudar a criar nas crianças um sentimento de pertencimento à cidade e respeito pelo patrimônio histórico e cultural do município”, detalhou o graduando, que participou da visita junto a sua professora orientadora.

A secretária de Cultura, Eliane Moreira, e a coordenadora do setor de Patrimônio Histórico, Fabiane Gobira, também acompanharam a pauta, contribuindo com a transmissão de conhecimentos na área. Na ocasião, os estudantes da EMIMA viram fotos e conhecerem um pouco da história da Praça Germânica, bem como de prédios do entorno, como o da CEMIG e o do antigo Cine Metrópole. Também ouviram relatos sobre o Pantheon do fundador do município, Teófilo Benedito Otoni, e acerca da Locomotiva Poxixá. Na Câmara Municipal, foram recebidos pelo presidente da Casa e ficaram por dentro da história do prédio e o funcionamento do órgão.

Publicado em 16/05/2019, em Sem categoria.