GERAL >

Estudantes e agentes de saúde realizam mutirão de limpeza no bairro Frei Dimas

A ação teve o intuito de combater focos de criação do mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela

 

Movidos pelo intuito de combater possíveis focos criadouros do mosquito aedes egypti, estudantes do curso técnico de enfermagem da Faculdade de Tecnologia Egidio José da Silva – FATEGIDIO uniram-se a agentes de endemias da prefeitura formando um mutirão de limpeza. As equipes se reuniram na manhã desta quarta-feira 26/04, em frente à quadra de esportes do bairro Frei Dimas, ponto de partida para a atuação nas ruas do bairro.

IMG_1919

Mutirão de Limpeza Frei Dimas

Não é a primeira vez que a Prefeitura de Teófilo Otoni realiza parcerias para limpeza em residências. O coordenador do Setor de Educação em Saúde no município, Heron Santos, gerenciou a forma de atuação do grupo. “Hoje estamos fazendo um trabalho em duplas, em que um estudante acompanha um agente. Já é o sétimo mutirão que realizamos neste ano. Nesta ação aqui no bairro destinamos em torno de 40 agentes de endemias, além de caminhões e veículos pequenos para auxiliar na coleta do lixo”, explicou o coordenador.

IMG_1925

Coordenador do Setor de Educação em Saúde no município, Heron Santos

A participação dos estudantes da FATEGIDIO foi possível a partir de uma demanda dos próprios alunos. Acompanhados de perto pela coordenadora do curso, a enfermeira Maria Lúcia Martins vê o mutirão como uma experiência de grande valia para os estudantes. “Esses alunos estão na fase de campo de estágio, então é natural que eles já tenham um contato com os moradores locais. Como uma colega contraiu chikungunya, eles sentiram vontade de fazer algo. Perceberam então que a região possuía muitos focos do mosquito aedes nos domicílios onde tem visitado”, contou a coordenadora.

IMG_1923

Coordenadora do Curso de Enfermagem da FATEGÍDIO, Maria Lúcia Martins

Segundo ela, a ideia foi levada até o vereador Assis da Prefeitura, que estava próximo da unidade de saúde onde os estudantes praticavam estágio.  Foi o parlamentar quem intermediou a parceria entre a instituição e a prefeitura. “Tendo em vista que a equipe de saúde do município é preparada, desempenha um planejamento estratégico para cada área de atuação, isso facilita muito para a formação de mutirões de limpeza como este”, declarou o vereador.

IMG_1928

Vereador Assis da Prefeitura

Dentre os dezoito estudantes que participaram do mutirão estava Maria Deusahei Martins. Segundo ela, a ação de combate aos focos do mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela começou bem antes do mutirão. “Desde a semana passada estamos de porta em porta conversando com os moradores. Felizmente o pessoal nos acolheu e muita gente está gostando do nosso trabalho. Tem muito lixo e eles querem retirar sim. Não enfrentei resistência de ninguém”, revelou a estudante.

IMG_1930

Estudante Maria Deusahei Martins

Um dos moradores que aplaudem a iniciativa é Juan Mesquita, 50 anos. “É uma atitude louvável, independente de quem esteja envolvido, haja vista que a proliferação do aedes egypti é um problema bem latente aqui na região. Eu mesmo já fui vítima e tomara que as pessoas se conscientizem mais de que nosso papel enquanto sociedade é importante no combate a esse mal”, ressaltou o morador.

IMG_1947

Morador Juan Mesquita

Publicado em 27/04/2017, em GERAL.