Famílias que trabalham no lixão recebem atenção especial da prefeitura

Ação tem como objetivo articular estratégias de intervenção que visem inserir as famílias em programas e projetos sociais

A Prefeitura de Teófilo Otoni, por meio das Secretarias de Assistência Social, Saúde, Integração Regional, Trabalho e Emprego, realizou na manhã desta quarta-feira, (25), no pátio do Hotel Teófilo Otoni, um levantamento social das famílias que trabalham no aterro sanitário, e que dali tiram seus sustentos.

Os integrantes de todas as famílias foram vacinados e fizemos teste de glicemia e aferição de pressão arterial

Os integrantes de todas as famílias foram vacinados e fizemos teste de glicemia e aferição de pressão arterial

A ação tem como objetivo articular estratégias de intervenção que visem inserir as famílias em programas e projetos sociais, a fim de incluí-las em processos de capacitação profissional e de geração de trabalho e renda.
Atualmente, cerca de 30 famílias trabalham no lixão da cidade. Há anos essas famílias não recebem nenhum tipo de assistência do poder público.

Secretários municipais, vereadores e autoridades religiosas que participaram da ação

Secretários municipais, vereadores e autoridades religiosas que participaram da ação

Na ação promovida pela prefeitura, as famílias foram convidadas para um café da manhã, fizeram testes de glicemia, vacinas contra a febre amarela, além do levantamento e apoio psicossocial.
Estiveram presentes os secretários de Governo, Pio de Castro Motta; de Assistência Social, Eliane Moreira de Aguilar; de Trabalho, Emprego e Renda, Jonas Boa Ventura Santos; e os vereadores Tina e Assis de Prefeitura.

O secretário municipal de Governo, Pio de Castro, que na ocasião representou o prefeito Daniel Sucupira, falou da importância da iniciativa. “Inicialmente, a Secretaria de Assistência Social vai fazer um levantamento social detalhado para sabermos as carências de cada família. A partir desses levantamentos vamos traçar ações para atender cada família em suas devidas demandas”, explicou o secretário.

A secretária Eliane Moreira disse que a partir dos dados obtidos haverá um planejamento para acompanhar as famílias

A secretária Eliane Moreira disse que a partir dos dados obtidos haverá um planejamento para acompanhar as famílias

Eliane Moreira, secretária de Assistência Social, e que encabeçou a ação, relatou que na ocasião do levantamento foi feito o cadastramento das famílias, informando os procedimentos que devem ser adotados para inclusão nos programas sociais. “A partir dos dados obtidos vamos planejar o acompanhamento dessas famílias. A intenção é promover o acesso dessas pessoas aos direitos sociais, garantindo a plena expansão da cidadania”, destacou.

O vereador Assis parabenizou a prefeitura pela ação

O vereador Assis parabenizou a prefeitura pela ação

O vereador Assis parabenizou a prefeitura pela ação. “Nunca vi ninguém prestar atenção para essas famílias. São pessoas que precisam de muito apoio por parte do poder público. Muitas dessas pessoas ficam excluídas e nem sabem de seus direitos. A Secretaria de Assistência Social e Habitação começa com o pé direito em sua ações”, frisou Assis.

Poliana Pereira Marks elogiou o acolhimento realizado pela prefeitura

Poliana Pereira Marks elogiou o acolhimento realizado pela prefeitura

Ao lado da mãe que também trabalha no lixão, Poliana Pereira Marks demonstrou-se surpresa com o acolhimento da prefeitura. “Eu sou a segunda geração da minha família que trabalha no lixão. Fiquei surpresa com a iniciativa. Estamos sendo vacinados, fizemos teste de glicemia e estamos sendo ouvidos das nossas necessidades. Não estamos acostumados com toda essa atenção para os nossos anseios. Estamos confiantes com essa nova gestão”, ressaltou.

Publicado em 25/01/2017, em Assistência Social, GERAL.