GERAL >

Indígenas se emocionam ao serem recebidos pela primeira vez no gabinete do prefeito

Profissionais da saúde indígena comemoram que em cinco meses, a atual gestão já fez mais pelos índios que nos últimos quatro anos

 

O prefeito de Teófilo Otoni, Daniel Sucupira, e o secretário municipal de governo, Pio de Castro Motta, receberam na manhã de terça-feira, 13/06, no gabinete oficial da Prefeitura, membros da Aldeia Indígena de Cachoeirinha, juntamente com a equipe da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai); equipe da Fundação Nacional do Índio (Funai); e equipe Municipal da Saúde Indígena, além dos vereadores Assis da Prefeitura e Paulo Marreco.

A ocasião marcou o primeiro encontro dos membros da etnia Maxakali da Aldeia de Cachoeirinha com o executivo municipal. O objetivo foi construir o resgate do relacionamento entre o poder executivo e os indígenas, que foi perdido ao longo dos últimos anos.

Gestores municipais, Sesai, Funai recepcionam membros da Aldeia Indígena de Cachoeirinha no gabinete do prefeito

Gestores municipais, Sesai, Funai recepcionam membros da Aldeia Indígena de Cachoeirinha no gabinete do prefeito

O prefeito Daniel Sucupira afirmou que vai ser difícil retomar o tempo perdido do abandono que a população indígena sofreu, mas que vai fazer o que for necessário para atendê-los a partir de agora. “A nossa população indígena é o patrimônio do povo de Teófilo Otoni, e merece todo nosso carinho, respeito e cuidado. É por isso que estamos aqui. Conseguimos algumas ações rápidas nesses poucos meses de governo e uma delas é a chave do carro, que foi comprado com recursos da saúde indígena, mas não estava sendo usado para este fim. Agora, passo para as mãos do Cacique Rafael Maxakali, e da Coordenadora da Saúde Indígena do Município, a Cinara. Esse veículo vai ter o uso exclusivo da população indígena aqui do município. Gostaria de falar para os nossos amigos que nós já temos liberados os recursos para a construção da Unidade de Saúde Indígena, e da casa de religião lá na Aldeia Cachoeirinha. A Prefeitura vai entrar com o trabalho de terraplanagem e a contratação dessa obra que a população tanto precisa para fazer seu atendimento”, concluiu o prefeito.

O Cacique Rafael Maxacakali se emociona ao entrar pela primeira vez na prefeitura e ser ouvido pelo prefeito

O Cacique Rafael Maxacakali se emociona ao entrar pela primeira vez na prefeitura e ser ouvido pelo prefeito

Alíbio Maxakali transmitiu as palavras do cacique Rafael Maxacakali, que em muitos momentos ficou emocionado ao entrar pela primeira vez na prefeitura e ver a tribo a qual representa ser ouvida em suas necessidades. “O Cacique Rafael se sente emocionado de poder falar das necessidades da tribo e agradecer pelas bem feitorias recebidas desde que o governo atual assumiu essa gestão. O carro já é uma grande ajuda à nossa comunidade, a terraplanagem que será feita para a obra da Unidade Básica de Atendimento, que temos a certeza que vai acontecer porque o prefeito já é amigo nosso. Estamos sendo assistidos e sempre visitados por nossos amigos da prefeitura”, destacou.

Alíbio Maxakali disse estar feliz e confiante de que a ajuda vai chegar porque o prefeito já é amigo nosso

Alíbio Maxakali disse estar feliz e confiante de que a ajuda vai chegar porque o prefeito já é amigo nosso

A coordenadora da saúde indígena do município, Cínara Prates, falou da importância do encontro de membros da tribo indígena com o poder executivo. “Esse é mais um passo que estamos dando para a saúde indígena do município que foi abandonada pela gestão anterior. Nossa preocupação agora é com os recursos que estão vigentes, uma vez que na gestão anterior voltaram quase 400 mil reais que não foram feitos projetos. A prioridade do Prefeito Daniel Sucupira é que os projetos saiam do papel, como a obra da Unidade Básica de Saúde Indígena. Temos outras conquistas, como a recuperação do carro que estava sendo usado em outras atividades que não eram da saúde indígena, e também um aparelho de eletro cardiograma que foi doado”, enfatizou.

Cinara ainda ressaltou sobre o andamento de alguns projetos voltados para os indígenas. “Já temos projetos de criação de peixes alevinos na aldeia, e conseguimos inseri-los no Conselho Municipal de Saúde, participando da 1ª Conferencia de Saúde da Mulher. Estamos felizes e confiantes com a forma com que o prefeito nos recebeu, o que antes não acontecia. O índio não podia entrar na prefeitura, nem na Superintendência Regional de Saúde (SRS), e agora sabemos que estamos sendo cuidados e temos a quem recorrer”, ressaltou.

Apresentação de slide das obras e projetos executados na aldeia indígena

Apresentação de slide das obras e projetos executados na aldeia indígena

A psicóloga da Secretaria Especial da Saúde Indígena, Patrícia Cunha Mafra, trabalha há seis anos com a saúde indígena. Ela salientou o apoio que recebia no governo da ex-prefeita Maria José Haueisen, e lamentou que o atendimento não teve prosseguimento nos últimos anos. “Nos últimos quatro anos não conseguimos nada, não tínhamos abertura para dialogar com ninguém, nem nos recebiam. Chegou ao ponto de os indígenas serem proibidos de entrarem nos setores da Prefeitura, bem como na Superintendência Regional de Saúde (GRS), onde tínhamos uma sala cedida, mas os indígenas foram proibidos de entrar. Então nos últimos quatro anos foi assim que eles foram tratados, com muito preconceito e descaso. Agora estamos tendo um novo governo, que em quase cinco meses foi feito muito mais do que em seis anos que estou no município. Então eu queria parabenizar essa gestão e dizer que estamos aqui querendo ser parceiros e ajudar no que a prefeitura precisar. Dizer que vamos contar com vocês, porque eu sei que vamos conseguir, pelo tanto que já conseguimos em tão pouco tempo”, falou Patrícia.

Momento da entrega da chave do carro, que foi comprado com recursos da saúde indígena

Momento da entrega da chave do carro, que foi comprado com recursos da saúde indígena

 

Publicado em 14/06/2017, em GERAL.