GERAL >

Prefeitura promove curso de Boas Práticas de Manipulação de Alimentos para Vendedores ambulantes

Objetivo foi preparar e qualificar os ambulantes para o manuseio correto de alimentos na região central

Aproximadamente 30 vendedores ambulantes e empreendedores participaram do curso

Aproximadamente 30 vendedores ambulantes e microempreendedores participaram do curso

Aproximadamente 30 vendedores ambulantes e microempreendedores participaram nesta terça-feira, 31/10, do 1º Curso de Capacitação de Boas Práticas de Manipulação de Alimentos, que aconteceu no primeiro piso do Mercado Municipal, onde funcionava o Restaurante Popular. A ação foi uma parceria da Secretaria Municipal de Economia Solidária, Trabalho, Emprego e Renda,  em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, setor de Vigilância Sanitária.

A capacitação foi ministrada pela nutricionista da Vigilância Sanitária, Karine Rodrigues da Silva, e pelo Fiscal Sanitário da Vigilância Sanitária, Thadeu Ramalho da Silva. Após a capacitação todos os participantes receberam certificados de conclusão.

Jonas Boa Ventura falou ainda que vai possibilitar outras capacitações para quem não pôde participar

Jonas Boa Ventura falou ainda que vai possibilitar outras capacitações para quem não pôde participar

O Secretário Municipal de Economia Solidária, Trabalho, Emprego e Renda, Jonas Boa Ventura, explicou o intuito do município em ofertar a capacitação. “Foi um desafio muito grande trazer essas pessoas aqui. Ainda não é a totalidade que esperamos alcançar, mas os que compareceram gostaram muito e vão levar uma experiência boa para os demais. As pessoas que trabalham com alimentos nas praças ou em frente às universidades, muitas vezes não têm a informação de como vender ou manusear esses alimentos  que estão sob suas responsabilidades. Então surgiu a ideia de convidar os vendedores para receber as orientações. O que mais me alegrou foi ter alcançado o grande objetivo do curso que é fazer essas pessoas a ter esperança e acreditar na cidade onde eles vivem. Essa gestão está realmente trabalhando com eles e em prol deles”, concluiu o secretário.

Jonas Boa Ventura falou ainda que vai possibilitar outras capacitações para quem não pôde participar devido ao horário de serviço. “Vamos oferecer outras oportunidades em horários diferentes, tarde e noite para aqueles que quiserem participar e buscar aperfeiçoamento dos seus serviços”, garantiu.

A nutricionista da Vigilância Sanitária, Karine Rodrigues da Silva, salientou sobre a importância da manipulação e das boas práticas na produção dos alimentos. “A higiene é o principal ingrediente no preparo dos alimentos, desde a limpeza das mãos até as embalagens. É necessário o uso de luvas, máscaras, avental, e principalmente, manter o ambiente limpo. Não se pode manusear dinheiro quando estiver servindo alimento, nem utilizar nenhum tipo de adorno. São orientações para que a comercialização de alimentos na rua seja feita de forma consciente, para que não se transforme em um perigo para a saúde de quem consome”, destacou.

O fiscal Sanitário da Vigilância Sanitária, Thadeu Ramalho da Silva, explicou sobre os cuidados que todo vendedor ambulante deve ter ao produzir o alimento. “Os alimentos também podem provocar doenças, principalmente em se tratando de crianças e idosos, que são os mais propícios em desenvolver enfermidades quando não bem manuseado. Abordamos a cólera, a necessidade da água tratada, os alimentos estarem devidamente cozidos, isso tudo a fim de diminuir a contaminação e o adoecimento da nossa população. A prefeitura cumpre um grande papel ao orientar esses vendedores para que eles não deixem de ter acesso ao que gera renda para as famílias, mas que eles também não vendam produtos com má qualidade para a população”, frisou Thadeu.

Carlos Alberto tem uma barraca de churrasquinho na área central da cidade e participou do curso

Carlos Alberto tem uma barraca de churrasquinho na área central da cidade e participou do curso

Carlos Alberto Mota Ricardo tem uma barraca de churrasquinho na área central da cidade e participou do curso. “Foi uma grande oportunidade para nós. A palestra foi recheada de informações valiosas. Eu aprendi muito, principalmente sobre o manuseio do alimento, a higiene, e deu até mais entusiasmo para trabalhar”, afirmou.

Publicado em 06/11/2017, em GERAL.