Programa Médico Noturno é lançado pela Prefeitura de Teófilo Otoni

Inédito na cidade, o programa desponta como uma das principais ações do atual governo na área da saúde pública municipal

 

Na noite de lançamento do Médico Noturno, a comunidade já sente os benefícios

Mais um compromisso firmado pelo atual Governo Municipal tornou-se realidade. O Programa Médico Noturno, inédito na história da saúde pública em Teófilo Otoni, começou a ser implementado na Unidade Básica de Referência (UBR) Vila Verônica desde a segunda-feira, 26/02, e no Programa de Saúde da Família (PSF) Bela Vista, na terça, 27/02. O programa visa oferecer à população uma opção mais prática e rápida de acesso à atendimento médico ambulatorial e não emergencial, como dores de cabeça, febre, dores de garganta e outras necessidades de saúde. O caráter inovador do Médico Noturno está no horário de funcionamento, que é de segunda à sexta, das 18h às 22h.

O secretário Tarcirlei de Brito disse que o programa pode ser aprimorado cada vez mais com sugestões da população

Durante o lançamento do programa nas duas unidades de saúde localizadas nas zonas norte e sul da cidade, o prefeito Daniel Sucupira destacou que o programa vem para atender os que mais precisam. “Historicamente, as periferias de nossa cidade muitas vezes foram esquecidas. Mas, isso mudou. Esse programa é voltado para atender aquela pessoa que trabalha o dia inteiro e não é liberada pelo patrão para se consultar ou levar o filho ao médico, o camelô que trabalhou na rua o dia inteiro a fim de garantir o sustento da família, para as pessoas que trabalham na região abrangida pelas unidades de saúde da Vila Verônica e Bela Vista, não precisando se deslocar até a UPA, onde poderá levar mais tempo para ser atendidas”, explicou o prefeito.

Daniel Sucupira destacou que o programa Médico Noturno vem para atender os que mais precisam

Diante de colegas servidores, da equipe de atendimento do Médico Noturno, de vereadores e dos cidadãos que fizeram questão de compartilhar com a gestão municipal do ato que deu luz à primeira grande ação do atual governo no âmbito da saúde em Teófilo Otoni, o secretário municipal de Saúde, Tarcirlei de Brito, destacou que o programa surge na contramão da crise econômica nacional. “Apesar de todas as adversidades, vencemos. Esse programa não é da Secretaria Municipal de Saúde, não é do governo Daniel Sucupira, mas é do povo. Então o sucesso dele não depende só de nós, depende de todos que vão utilizar dos serviços oferecidos nele.”

Brito disse que o programa está aberto à sugestões da população, que pode ajudar a administração municipal a aprimorá-lo cada vez mais. “Nosso plano é conseguir a captação de mais recursos com vistas a ampliar os serviços ofertados pelo Médico Noturno e levá-lo para mais pontos da cidade”, salientou. Além disso, o secretário propôs ao Legislativo a regulamentação do programa, a fim de ter garantida sua continuidade para que a população não fique desassistida.

Kenedy Lopes foi o primeiro atendido pelo Médico Noturno na UBR Vila Verônica

Nas primeiras noites de funcionamento do programa, pacientes procuraram as unidades de saúde em busca de atendimento. Kenedy Lopes foi o primeiro atendido pelo Médico Noturno na UBR Vila Verônica. “Estava indo para a UPA, aí minha irmã falou que aqui perto de casa o posto de saúde ia funcionar à noite, então mudei de ideia imediatamente. Esse programa chegou em boa hora, pois permite uma rapidez maior no atendimento”, contou Lopes.

Além de consulta com médico generalista e equipe de enfermagem, o Programa Médico Noturno dispõe também de administração de medicamentos, sala de observação e uma ambulância para transferência de paciente quando necessário.

Governo Municipal lança o programa em meio à profissionais da saúde do PSF Bela Vista e comunidade

Publicado em 01/03/2018, em Sem categoria.