Projeto de Educação Empreendedora promove capacitação para profissionais de educação em comunidade da Zona Rural

Ação encabeçada pela Secretaria Municipal de Agropecuária e Abastecimento busca levar o desenvolvimento econômico para as comunidades rurais

A ação tem como objetivo capacitar professores e gestores a fim de desenvolver atividades de empreendedorismo com os alunos

  

A Secretaria Municipal de Agropecuária e Abastecimento em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e com o apoio do SEBRAE promoveu na última sexta-feira, (20/07), uma capacitação com professores e gestores da Escola Municipal Agrícola Geraldo Leão Lopes, situada na Comunidade de Maravilha, zona rural de Teófilo Otoni.

A ação faz parte do Projeto de Educação Empreendedora, quando os profissionais são preparados para desenvolver atividades de empreendedorismo com os alunos, através do curso ‘Jovens Empreendedores Primeiros Passos’.

 

Sérgio Marcos Franca palestrou sobre a importância da agricultura familiar

O Secretário Municipal de Agropecuária e Abastecimento, Sérgio Marcos Franca, palestrou sobre a importância da Agricultura Familiar para o desenvolvimento regional e fortalecimento da economia local. Franca destacou que a escola está localizada em um distrito da zona rural  onde existem poucas oportunidades de emprego para os jovens. “Tivemos a ideia de trabalhar um projeto com os alunos, voltado para a percepção do potencial empreendedor com as possibilidades que a região oferece e criar alternativas de geração de renda para as famílias. Surgiu então a iniciativa de realizarmos a primeira feira no povoado. Na oportunidade, os alunos desenvolveram os produtos, as estratégias de marketing e todas as etapas do processo de elaboração e execução da feira que foi um sucesso”, explicou o secretário.

O Analista Técnico do SEBRAE, Cirilo Jardim, esteve presente no evento e falou sobre o empreendedorismo como alternativa de trabalho e geração de renda. “Esta é uma grande iniciativa através da Prefeitura, dando todo o suporte para o desenvolvimento da agricultura familiar no distrito e promovendo a geração de renda”, ressaltou.

A diretora da Escola Agrícola Geraldo Leão Lopes, Valdinéia Araújo, afirmou que a ação  começou pequena, mas terá uma repercussão gigantesca ao longo do tempo. “Estamos trabalhando com uma necessidade da região e qualquer melhoria na qualidade de vida que a gente conseguir promover já fará muita diferença na vida dessas pessoas”, destacou a diretora.

A Secretaria Municipal de Agropecuária disponibilizou cinco barracas para que a feira aconteça permanentemente, criando assim o fortalecimento da Agricultura Familiar e o desenvolvimento social e econômico da região.

Publicado em 24/07/2018, em Sem categoria.