GERAL >

Seminário reúne autoridades e organizações para debater Economia Popular Solidária nos Vales do Mucuri, Jequitinhonha e São Mateus

De acordo com os organizadores, o objetivo foi divulgar e oportunizar alternativas de comercialização, produção e financiamentos que geram oportunidades de emprego e renda à população

O Seminário reuniu pessoas do Vales do Mucuri, Jequitinhonha e São Mateus

O Seminário reuniu pessoas do Vales do Mucuri, Jequitinhonha e São Mateus

A Prefeitura de Teófilo Otoni por meio da Secretaria Municipal de Economia Solidária, Trabalho, Emprego e Renda, e em parceria com Associação Aprender Produzir Juntos (APJ), realizou na manhã de sexta-feira, 22/09, o 2º Seminário de Economia Solidária do Vale do Mucuri. O evento aconteceu no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Teófilo Otoni e contou com lideranças representativas dos Vales do Mucuri, Jequitinhonha e São Mateus.

O evento reuniu dirigentes de organizações de economia solidária de várias cidades. Representando a Prefeitura de Teófilo Otoni participaram o Secretário Municipal de Governo, Pio de Castro; o Secretário Municipal de Economia Solidária,Trabalho, Emprego e Renda, Jonas Boa Ventura; o Secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento e Sustentável, Adilson Baía; o Secretário Municipal de Saúde, Tarcirlei de Brito; e o Secretário Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcos Godinho. Também participaram da solenidade a representante da Associação APJ, Joana Alves Louback; a representante dos empreendimentos econômicos solidários do Vale do Mucuri, Rizia Silvia Cardoso e o representante da Associação  Educacional Evangélica Luterana, Werner Kriebel.

Jonas Boa Ventura destacou aliança do Prefeito Daniel Sucupira com APJ

Jonas Boa Ventura destacou aliança do Prefeito Daniel Sucupira com APJ

  Durante o pronunciamento, o Secretário Municipal de Economia Solidária,Trabalho, Emprego e Renda, Jonas Boa Ventura, lembrou que o projeto de economia solidária começou a um ano atrás numa aliança entre o Prefeito Daniel Sucupira e a Associação Aprender Produzir Juntos (APJ). “Pensamos no Seminário para capacitar os membros que compõem o Vale do Mucuri das mais diversas entidades. Começamos na última segunda-feira, (18/09), o curso de capacitação que termina dentro da programação do Seminário de Economia Solidária. O assunto primordial nessa semana foi a economia solidária e a gente sempre trabalha com aquela pergunta: será que é possível outra economia no tempo de crise? Então na verdade estamos aqui para entendermos melhor o que é economia solidária, qual a importância para o contexto que estamos vivendo no século XXI, e como lidar com a crise a partir da economia solidária. Na verdade isso vai dar um norte para as pessoas que têm o desejo de cultivar um plantio, montar um negocio, criar uma oportunidade de renda extra. A economia solidária nos ajuda até mesmo a ter responsabilidade com as pessoas que querem produzir e achar uma oportunidade no mercado de trabalho”, salientou o secretário.

O palestrante Euclides André Mance explicou os sistemas econômicos para chegar à economia solidária

O palestrante Euclides André Mance explicou os sistemas econômicos para chegar à economia solidária

O palestrante Euclides André Mance explicou os sistemas econômicos para chegar à economia solidária. “Para entender como funciona esse circuito nós vamos analisar como funciona os circuitos econômicos do capital, da economia capitalista, o processo de produção da riqueza, dos valores de uso, da circulação para passar no comércio e no sistema comercial. Ao invés da riqueza que é produzida pelo trabalho a ser acumulada por aqueles que têm o controle dos meios produtivos, o que se faz é organizar empresas auto gestionadas que são subordinadas aos trabalhadores e às comunidades que vão produzir aquilo que as pessoas precisam para o seu consumo mensal. E ao produzir o que as pessoas precisam vão poder atender a essa demanda de consumo da comunidade, e ao mesmo tempo gerar riqueza que vai ser reinvestida de forma solidária, reorganizando as cadeias produtivas. Isso assegura as distribuições das riquezas, a posse de trabalho, a distribuição de renda, o bem viver da comunidade, desconcentrando a riqueza e produzindo o desenvolvimento sustentável”, destacou Mance

Maria Emilia Gonçalves Cardoso veio da cidade de Pavão para participar do seminário. Ela agradeceu a oportunidade de se qualificar e aprender mais sobre economia solidária. “Quero primeiramente agradecer a APJ, a Prefeitura de Teófilo Otoni e o Internato Rural por propiciarem essa qualificação durante a semana e hoje nesse seminário. Tivemos uma semana de muito aprendizado com um professor de profundo conhecimento na área de economia solidária. Parabenizo também a organização por ter estendido o curso para as pessoas de outras cidades. Foi uma oportunidade inédita para nossa região e vai ser um divisor de águas muito grande porque nós da economia solidária muitas vezes temos facilidades de produzir, mas dificuldade para comercializar os produtos. A partir desse circuito econômico vamos ter a oportunidade de articular com outros segmentos a comercialização dos produtos”, concluiu Maria Emilia.

Publicado em 25/09/2017, em GERAL.