Setembro Amarelo: Ações da Campanha de Prevenção ao Suicídio são desenvolvidas em unidade de saúde e comunidade indígena

Durante todo o mês, principal foco das atividades de prevenção em saúde promovidas pela Prefeitura é no combate ao suicídio

 

Profissionais do PSF Castro Pires e NASF promoveram palestra sobre prevenção ao suicídio

A Prefeitura de Teófilo Otoni, através da Secretaria Municipal de Saúde, tem desenvolvido ações relacionadas à Campanha de Prevenção ao Suicídio Setembro Amarelo. Na terça-feira, 18/09, a equipe do Programa de Saúde da Família (PSF) Castro Pires em conjunto com profissionais do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF) promoveu uma palestra para os usuários da unidade. A Campanha visa conscientizar quanto à prevenção e também sobre a importância do tratamento para os que sofrem algum transtorno mental.

Enquanto aguardavam atendimento, pacientes do PSF acompanharam a palestra

A coordenadora da Atenção Básica, Isabel Corrêa, acompanhou a atividade no PSF Castro Pires. Ela destacou que os setores que integram o sistema de saúde são preponderantes em orientar a população nas questões relacionadas à temática. “O suicídio é um problema de saúde pública e muitas vezes associado à doença mental. Não é bem assim. Suicídio tem a ver com crise, às vezes com um momento difícil pelo qual passa a pessoa, e é por isso que precisamos incentivar a sociedade a falar sobre essa temática”, pontuou Corrêa.

De acordo com o psicólogo do NASF, Lucas Augusto, a atividade de esclarecer, orientar e tirar dúvidas dos usuários contribui numa mudança de visão que em geral se têm acerca do assunto. “Precisamos acabar com os tabus e preconceitos existentes quando se trata de suicídio. E, com informações corretas, já estamos trabalhando a prevenção a esse problema”, ressaltou o psicólogo.

O usuário Paulo Rodrigues acompanhou ação preventiva da Campanha Setembro Amarelo

Enquanto aguardava atendimento na unidade, o paciente Paulo Rodrigues participou da palestra e disse que a iniciativa estimula, nas pessoas, o hábito de serem mais cuidadosas com a saúde. “Incentiva principalmente os homens que, em geral, só procuram por consulta quando a situação está crítica”, contou Rodrigues.

 

Na Aldeia Maxacali, equipe da Saúde também desenvolveu ação pelo Setembro Amarelo

Outra ação semelhante da Campanha de Prevenção ao Suicídio Setembro Amarelo foi desenvolvida na Aldeia Maxacali, próxima à cidade de Ladainha. Os indígenas receberam a visita de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Teófilo Otoni e da Secretaria Especial de Saúde Indígena.

 

Publicado em 20/09/2018, em Sem categoria.