Teófilo Otoni ganha unidade demonstrativa da Epamig

Unidade vai disponibilizar tecnologias para cafeicultura, olericultura e forragicultura para os produtores rurais da região

 

A cerimônia que marcou a instalação da Unidade Demonstrativa da Epamig contou com a participação de centenas de produtores rurais, autoridadese representantes de entidades ligadas ao meio rural

A Fazenda Itamunheque, que fica na estrada para Pedro Versiane, na zona rural de Teófilo Otoni é a sede da nova Unidade Demonstrativa da Epamig no município, no território Mucuri. A instalação da unidade é uma ação do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Geras (Epamig).

Em parceria com a Prefeitura de Teófilo Otoni e o Instituto Federal do Norte de Minas – Unidade Teófilo Otoni e o apoio da Emater-MG, Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Instituto Estadual de Florestas (IEF), Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a Unidade da Epamig tem a proposta de disponibilizar para os produtores os resultados já alcançados em pesquisas além de adaptações para as condições da região.

Instalada em uma área de 1,5 hectare, que serão distribuídos entre culturas de café, hortaliças convencionais e não convencionais e forrageiras para alimentação animal, a unidade vai disponibilizar conhecimentos e tecnologias de produção agroecológicas. Os atendimentos serão feitos por meio de dias de campo, encontros técnicos, cursos, orientações ambientais e prestação de assistência técnica e extensão rural.

A cerimônia que marcou a instalação da Unidade Demonstrativa da Epamig aconteceu na tarde de sexta-feira, 06/04, no período da tarde. Centenas de produtores rurais, autoridades e representantes de entidades ligadas ao meio rural participaram da solenidade. Dentre as autoridades, participaram o prefeito de Teófilo Otoni, Daniel Sucupira; o deputado federal Leonardo Monteiro; o presidente da Câmara Municipal de Teófilo Otoni, Fábio Lemes; o pesquisador chefe da Epamig Sudeste, Marcelo Ribeiro; o Secretário Municipal de Agropecuária e Abastecimento, Sérgio Marcos Franca; o diretor do Instituto Federal do Norte de Minas (IFNMG), Renildo Félix; o diretor da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Renildo Lemos dos Santos; a gerente regional do IEF, Janaina Mendonça; o gerente regional da EMATER, Sandro Rodrigues; e o coordenador do GEPAF e professora da UFVJM, Leonel de Oliveira.

Alunos do Curso Técnico Integrado de Meio Ambiente do Instituto Federal e alunos do 2º e 3º ano da Escola Agrícola de Setúbal, em Malacacheta, também estiveram presentes na solenidade.

 

Unidade da Epamig era sonho antigo do Município

 

Daniel destacou o impacto positivo que terá nas áreas de desenvolvimento da agricultura e da pecuária com a chegada da EPAMIG

 

O prefeito de Teófilo Otoni, Daniel Sucupira, lembrou em seu discurso que desde que foi secretário municipal de Agropecuária, ainda no governo da ex-prefeita Maria José Haueisen, já lutava por uma unidade da Epamig no município. De acordo com o prefeito, a chegada da Epamig é um projeto que inaugura um olhar diferenciado para a região. “Trazer esse projeto pra nossa região significa que o governo não pode ser só das Minas, ele precisa ser das Gerais também porque nós somos geraiseiros. Pensar em desenvolvimento da agricultura, da pecuária sem o princípio e a perspectiva agroecologica não tem sentido pra nós. Todos os problemas que temos hoje com a escassez de água nos rios, com a falta de produtividade na agricultura, podem ter certeza que no passado ninguém olhou para o meio rural com a perspectiva agroecológica”, destacou Sucupira.

Daniel salientou ainda, que além da pesquisa e dos investimentos da Epamig, da Fazenda Itamunheque poderá sair os alimentos que vão abastecer o Restaurante Popular de Teófilo Otoni.

O secretário de estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leitão, não conseguiu chegar em Teófilo Otoni por causa das condições do tempo que impediram o vôo seguro. Ele enviou um vídeo em que saudou os presentes e afirmou que a unidade demonstrativa vai ultrapassar os limites do Território Mucuri, pois a intenção é oferecer tecnologias para todo o nordeste de Minas.

Marcelo Ribeiro(à direita), disse que era um desejo antigo da Epamig vir para o Vale do Mucuri

O pesquisador chefe da Epamig Sudeste, Marcelo Ribeiro, disse que era um desejo antigo da Epamig vir para o Vale do Mucuri, já que a região é uma das poucas do estado em que não tinha uma unidade.  De acordo com o pesquisador, a Unidade Demonstrativa vai ser iniciada com a cultura do café conilon. “É uma região mais quente e mais apropriada para esse tipo de café. Vamos testar também várias forrageiras e olericultura. Vamos tentar fazer tudo de forma experimental, fazendo pesquisa e de forma agro ecológica, para garantir a preservação e a proteção ambiental”, ressaltou Marcelo.

Em entrevista anterior ao lançamento da Unidade, o presidente da Epamig, Rui Verneque, explicou que a unidade demonstrativa terá a missão de atender uma área carente de tecnologias agropecuárias, além de cumprir com demanda antiga dos produtores da região de poder contar com uma unidade da Empresa. “Desde 2015 a Epamig vem estudando a melhor área para instalação dessa unidade. Acreditamos agora que, com o trabalho em parceria, teremos excelentes resultados pela frente”, disse.

Publicado em 09/04/2018, em Sem categoria.